sábado, 11 de julho de 2020

A praia do Espingardeiro

Se há coisa que eu gosto é de passear junto à beira-mar, entre a praia do Banho e a praia Grande.
E por vezes parar para desenhar. Neste dia de Agosto do ano passado, fiquei a olhar estes veraneantes no Espingardeiro, uma praia mesmo antes da praia Grande. Com a maré cheia, fica difícil o acesso a esta praia... 
 

Porto Covo no meu caderno cinza

Strathmore Toned Grey, é o tipo de papel deste caderno que eu adoro. Não aguenta muita aguarela, por isso o ideal é mesmo a linha preta, canetas posca e também lápis de cor.
Vários momentos da baía feitos no verão de 2019, e um desenho feito junto do farol, com a illha do Pessegueiro ao fundo, um clássico já do último dia do ano!!
 
 
 

 
 

 
 


Workshop de desenho em Caderno Gráfico- Vamos guardar memórias da Rota Vicentina


Workshop Fernanda Lamelas - Julho/Setembro 2020
INICIAÇÃO AO DESENHO EM CADERNO GRÁFICO
 -Vamos guardar memórias da Rota Vicentina-

Workshop Fernanda Lamelas - July/September 2020
 
DRAWING ON A SKETCHBOOK

  -Keeping memories of Rota Vicentina-

 
 
 Desenhar é guardar memórias… do que olhámos atentamente, do que sentíamos no momento, de quem estava connosco, dos cheiros, dos sons e de tudo o que nos envolvia naquele determinado momento”.

"Drawing is keeping memories ... of what we looked at carefully, of what we felt in a precise moment, of who was with us, of smells, sounds and everything that involved us at that moment".

 O Caderno gráfico foi desde sempre usado pelos artistas para os seus estudos, para guardar idéias do que observavam, do que imaginavam. Hoje em dia o Caderno Gráfico passou a fazer parte da rotina de cada vez mais pessoas no mundo, que partilham uma paixão comum: Observar e Desenhar!

Todos temos a capacidade de desenhar, de nos exprimirmos gráficamente.

Por vezes essas capacidades estão adormecidas, muito pela vergonha do “não fazer bem”, ou da comparação com quem achamos que faz melhor. As crianças não têm esse receio, por isso conseguem exprimir-se livremente.

Vamos  descobrir em conjunto a capacidade criativa que existe dentro de cada um, vamos encontrar novas fontes de realização pessoal.

The sketchbook has always been used by artists for their studies, to keep ideas of what they observed, what they imagined. Nowadays the sketchbook has become part of the routine of more and more people in the world, who share a common passion: Observe and Draw!

We all have the ability to draw, to express ourselves graphically.

Sometimes these capacities are dormant, largely because of the shame of “not doing well”, or comparing them with who we think does it better. Children do not have this fear, so they are able to express themselves freely.

We will discover together the creative capacity that exists within each one, we will find new sources of personal fulfillment.

 Objectivos gerais:

Incutir o gosto e o hábito de desenhar em Caderno Gráfico, como forma de registo de memórias, quer seja através de registos rápidos, quer seja  em momentos onde é possível determo-nos a apreciar algo.

General Objectives:
 
Show the students what is drawing on a sketchbook, as a tool to keep memories, either through quick drawingas or through drawings that take more time, when is is possible to stay longer and truly apreciate and record the moment.
 
Objectivos específicos:

Descobrir as potencialidades do desenho em Caderno Gráfico.

Serão dadas a conhecer algumas ferramentas, técnicas e formas de iniciar e desenvolver um percurso de expressão plástica, através do desenho em Caderno Gráfico.

 Specific objectives:

Discover the potential of drawing on a sketchbook..

Some tools, techniques and ways to start and develop a path of plastic expression will be made known, through drawing on a sketchbook..

 Destinatários:

Este curso destina-se a todas as pessoas que tenham interesse em descobrir o que é, e em desenhar em Caderno Gráfico.

Participants:

This Workshop is intended for anyone who is interested in finding out what it is, and in drawing on a sketchbook.

 
Local

Porto Covo
 
 
 



 
 
PROGRAMA

 
Manhã, das 10:00 às 13:00 :
-O que é o Caderno Gráfico, introdução
-Apresentação do trabalho de Fernanda Lamelas e de outros exemplos de artistas
-Vamos começar a fazer exercícios de linha
-Vamos experimentar a aguarela
-Exercício prático, vamos desenhar no Largo de Porto Covo: o geral, os detalhes, as impressões…
-Reunião do grupo, vamos trocar desenhos e comentários sobre a manhã
 
 Almoço livre, das 13:00 às 15:00
 
Tarde, das 15:00 às 17:00 :
-Demo de Fernanda Lamelas, a desenhar a Baía de Porto Covo
-Exercício prático, todos irão desenhar a Baía ou uma das praias à volta
-Reunião do grupo, vamos trocar desenhos e impressões sobre o dia
 
PROGRAM

 
 Morning, from 10:00 to 13:00 :
-What is the Sketchbook, introduction
-Presentation of the work of Fernanda Lamelas and other examples of artists
-Let's start doing line exercises
-Let's try the watercolor
-Practical exercise, let's draw at Largo de Porto Covo: the general, the details, the impressions ...
-Group meeting, let's exchange drawings and comments about the morning work


Free time to lunch, from 13:00 to 15:00
 
Afternoon, from 15:00 to 17:00:
-Demo by Fernanda Lamelas, drawing at the Porto Covo Bay
-Practical exercise, everyone will draw the bay or one of the beaches around
-Group meeting, let's exchange drawings and impressions about the day
 
Mais acerca do Workshop:
 
-Número de participantes:   Mínimo 3 - máximo 6
-Valor Workshop 5 horas: 60 euros
-Será oferecido a cada participante um caderno em harmónio.
-Cada participante terá gratuitamente acesso a utilizar aguarelas, pincéis, e outro material de desenho.
-Um kit com um caderno gráfico, uma caneta de água e uma caneta preta com tinta à prova de água poderá ser adquirido pelo valor extra de 18 euros.
 
More information about the Workshop:
-Number of participants: Minimum 3 - maximum 6
-Workshop 5 hours: 60 euros 
-Each participant will be offered a leporello sketchbook
-Each participant will have free access to Watercolour, brushes, and other drawing tools during the workshop.
-A kit with a sketchbook, a water pen and a black pen with waterproof ink can be pyurchased with an extra cost of 18 euros.
 
-Datas previstas (5ª feira):
23, 30 de Julho
6, 13, 20, 27 Agosto
3, 10, 17, 24 Setembro
 
-Expected dates: (Thursday): 
July 23, 30
6, 13, 20, 27 August
3, 10, 17, 24 September
 
 
 -Para inscrições/ To register:
Tlm +351937407449
 
 

 
 
 
 

quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Amesterdão

Mais um Simpósio, desta vez numa cidade que julgava conhecer, mas que afinal não conhecia. Uma cidade de que não gostava muito, mas que passei a adorar! Talvez porque o verão muda bastante o registo dos locais. Aqui, a ligação que existe entre água, barcos, pessoas, bicicletas, e carros à mistura, junto com a originalidade da arquitectura tornam Amesterdão uma cidade realmente muito bonita e única.
 
No Workshop com a Nina Johansson
 


 Durante um dos vários sketchkrawls, à sombra por causa do muito calor que fazia e a ouvir falar russo ao meu lado...



A curtir o fim do dia junto a um dos canais...
 
 
 
No Sketchkrawl final, sempre um momento muito giro dos simpósios, a desenhar barcos antigos
 
 

Uma mistura da vista do local da festa de encerramento, com o campanário da antiga igreja que era o centro de operações do simpósio e o avião que me iria trazer de volta para Lisboa...

Ainda os Açores, em Angra do Heroísmo

A Igreja Matriz, na qual só se pode entrar se se pagar... Mas para rezar pode-se entrar... ele há cada invenção!  Não ousei perguntar se podia desenhar...
De qualquer modo, a Igreja é linda e imponente, ali com o vasco da Gama a desembarcar!
 
 

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

As casas pintadas

No início deste mês de Julho, aconteceu o segundo encontro dos Heritage Indoor Sketchers, organizado pela Fundação Eugénio de Almeida. Durante uma sessão de desenho conduzida pela Célia Burgos, ela transmitiu-nos a sua forma de desenhar que é uma explosão de cor e contrastes. Achei curioso colocar o desenho que tinha feito no ano passado na galeria das Casas pintadas em diálogo com o que fiz agora. Acho que se completam!




terça-feira, 16 de julho de 2019

Catarinando...

Ainda os desenhos dos workshops com o João Catarino, no Parque das Nações junto ao rio, local onde não faltam reflexos!
 


Na quarta sessão: Primeiro mancha com o papel molhado e depois linha...
 
 
As pessoas primeiro e depois as manchas...
 

 



segunda-feira, 15 de julho de 2019

A vista do Hotel Corinthia em Lisboa


Depois de termos o cérebro formatado ao longo de quatro sessões com o João Catarino, começamos a ver coisas...
Dois desenhos de uma vista deslumbrante, que é a do 24º andar do Hotel Corinthia, em Lisboa!
O segundo desenho serviu de base para uma ilustração que fiz para a lista do Room Service desse mesmo hotel!






Hamburgo 3, Porto e Porto Covo

O que é que existe de comum entre este três locais? Nada, excepto o meu gosto por novas abordagens no meu caderno cinza com poskas, lápis de cor, e o que calha...
 
 
Hamburgo

Porto

Porto Covo

terça-feira, 11 de junho de 2019

Hamburgo 2


Costumo andar sempre com este caderno cinza, mas pouco desenho nele. Ou porque me esqueci dos lápis, ou dos marcadores, ou me limito a ir pela minha confort zone...
Dois desenhos em zonas bonitas e marcantes da cidade: um jardim perto do Museu da Cidade, e junto à torre Heinrich Hertz, um dos símbolos da cidade.






domingo, 2 de junho de 2019

Hamburgo

Pela primeira vez em Hamburgo, por altura da International Rotary Convention! Como não sou rotária (o meu marido é que é...), a mim cabe-me a difícil tarefa de não ter nada para fazer! Claro que uma Urban Sketcher tem sempre motivos para desenhar, mas ontem não foi o caso, andei a fazer um primeiro reconhecimento da cidade, andei cerca de 14km! Hoje já foi diferente, fui parando para desenhar, e este foi o que fiz ao fim de uma tarde quente de quase verão, em frente ao repuxo do Binnenalster.







terça-feira, 21 de maio de 2019

Pelas Caldas da Rainha

Pelas Caldas da Rainha, a fazer a rota bordaliana. É uma rota criada recentemente através da cidade, com réplicas de cerâmica de grande formato das obras de Bordalo Pinheiro em locais estratégicos, e contando a história de um ceramista, que se funde com a história da própria cidade.


segunda-feira, 13 de maio de 2019

Um desenho tirado do baú

Nas arrumações encontrei este desenho do meu quarto, em casa dos meus pais, que tem data de Janeiro de 2014, antes portanto do 25 de Abril. Andava no 1° ano de arquitectura e o professor de desenho queria que desenhássemos tudo e mais alguma coisa. 
Não me lembrava que afinal já era Urban Sketcher há muito tempo...






sexta-feira, 10 de maio de 2019

A Taberna do Mar

Quando se vai jantar e se leva um mini caderno para desenhar, e nos surgem 13 momentos de um menu degustação, há que dar muito ao dedo e ao pincel...
 
Muito boa esta experiência, adorei! Os Chefs Filipe Rodrigues e Hugo Gouveia estão de parabéns!!
 
Ah, e como fica mesmo no cimo da calçada da Graça, o ideal é fazer o que eu fiz, subir desde o Martim Moniz... Além do desporto, da vista linda, ganha-se espaço no estômago para ainda apreciar melhor a refeição!
 
 










segunda-feira, 6 de maio de 2019

Nos Açores: Os Impérios do Espírito Santo da ilha Terceira

Por toda a ilha Terceira, nos Açores, existem cerca de 70 Impérios do Espírito Santo. Nesta altura do ano começam os preparativos para as festas que são no início de Junho.
Há muito tempo que desejava poder vê-los e desenhá-los, e aconteceu agora a oportunidade para o fazer! Em menos de dia e meio que estive na ilha, consegui desenhar 13 dos 45 existentes junto à Angra do Heroísmo. Foi muita concentração!
Estes desenhos foram feitos em memória de um amigo que já partiu, o Ricardo Mealha, que um dia me ligou a dizer que eu tinha que vir desenhar os Impérios, que eram lindos! E são mesmo!







Maio 2019

 

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Lisboa-Ponta Delgada


Duas horas de voo separam Lisboa de Ponta Delgada. Ao meu lado uma senhora que dizia que ia para Boston mas que afinal a estavam a mandar para Ponta Delgada. Levou algum tempo até percebermos (mais ou menos...) o que se teria passado, ainda mais que ela já tinha vindo de avião do Porto!
Uma grande confusão inicial!!
Mas acabou por ser um voo que não irei esquecer, a senhora era uma força da natureza. 81 anos, dois filhos e cinco netos!
Vive em Boston hà 41 anos e ainda por cima tem o meu nome, Maria Fernanda!
-Já fui operada 15 vezes e já tive três ataques de coração! Tenho colesterol, tensão alta, asma, sou cardíaca, tive câncer nos ossos...
-Tenho uns poucos de doutores, o que eu tenho sofrido...
Já para não falar de todos os detalhes que partilhou comigo...
Mas tudo isto era contado de uma forma divertida, ri-me imenso com ela.
-Ainda bem que fiz esta sandes. Sabe o que tem dentro? Frango com pouco sal...
Quando a comecei a desenhar: Quer que eu tire o barrete?
Depois: So nice, God bless you! Só uma pessoa esperta pode trabalhar assim!




Como fiz trânsito em Ponta Delgada para ir para a Terceira, lá estava ela à espera do voo para Boston! Que história!!

segunda-feira, 1 de abril de 2019

na casa Veva de Lima, uma viagem no tempo...

Veva de Lima era mãe da Maria Ulrich, fundadora da escola de educadoras e percursora de um método de ensino, pelo qual as minhas filhas aprenderam a ler e a escrever.
Tinha visto uma reportagem desta casa que tem um grupo de amigos que a dinamizam. Neste momento passou a pertencer à câmara municipal de Lisboa.
Conseguimos inscrever-nos para uma palestra "Natal, antes de mais, é o aniversário de alguém", antecedida de um jantar.
 
Tenho dificuldade em descrever o que senti quando subi a escadaria, queria conseguir ver e apreender todos os detalhes. Ao mesmo tempo que nós mais pessoas iam chegando, muitas já estavam sentadas numa grande mesa redonda, na sala ao lado onde a seguir foi servida a refeição. Cachecóis e outros objectos marcavam as cadeiras alinhadas da sala onde mais tarde iria ser a palestra, à espera dos seus ocupantes. Fui observando a média etária, que devia rondar no mínimo os 75 anos... e quase todos se conheciam uns aos outros!
Começou a ser servido o jantar, volante, estava tudo muito bom! Disseram-me: "Vá a correr que a sobremesa acaba depressa"... Assim fiz...
Finalmente a palestra. Sentei-me num lugar discreto e desenhei, mais concentrada no que estava a ver do que no que estava a ouvir...
 
     Dezembro 2018 
 

sexta-feira, 15 de março de 2019

O Café de São Bento

"O melhor bife de Lisboa" diz a Time Out, e também o digo eu.
Mas além disso também um serviço fantástico desde o momento em que nos abrem a porta, durante toda a refeição, até ao momento que nos acompanham novamente até à saída.
O ambiente intimista transporta-nos para outros tempos, desligamos um pouco da correria da vida de hoje em dia...
 

quarta-feira, 13 de março de 2019

the George

Numa das sessões do 10x10, que são um tipo de Wokshop para desenhar, desta vez sob a minha orientação.
Escolhemos um café quentinho, e foi um fim de tarde bem passado! 
 
 
 
 

domingo, 3 de março de 2019

Freixo de Espada à Cinta em Setembro

Ir conhecer o Museu da seda foi a desculpa para um fim-de-semana pelo norte de Portugal, em Freixo de Espada à Cinta.
 
Um jantar no Artur era obrigatório, assim como desenhar os pratos...
 
É um local muito bonito, onde o estilo Manuelino dá o mote não só na Igreja matriz mas também nalguns pormenores da arquitectura dos edifícios.
 
 
 










Setembro 2018